segunda-feira, 1 de agosto de 2011

eram tão bonitos, amor. talvez por naquele momento os ter mesmo á minha frente finalmente, percebi que possuem uma chama que os tornam luzidios e eloquentes. e aí a minha respiração ficou ofegante, as minhas pernas começaram a tremer e as minhas mãos a ficar geladas. a minha fala desapareceu por instantes e fiquei com medo de gaguejar a cada sílaba. mordi os lábios em breves pensamentos carinhosos mas inúteis, e senti-me na obrigação de te confessar que sento um certo reconforto nas tuas palavras, e que sacrifico o meu dia para as poder ouvir e sentir, mesmo que sejam insignificantes. sempre tive uma vontade incontrolável de te ter para mim da forma mais egoísta possível.

25 comentários:

Sofia Moreira disse...

tão giro, adorei :)

Sofia Moreira disse...

oh muito obrigada, eu é que agradeço mesmo :)

diana duarte disse...

Lindo, estou a seguir-te!

Anónimo disse...

está lindo! é optimo ler algo assim *.*
http://ruteritamaia.blogspot.com

Anónimo disse...

não tens de quê! é muito bom saber disso (:
http://ruteritamaia.blogspot.com

Sofia disse...

adorei!

Skinny Love disse...

eu também já sinto a falta de conseguir escrever assim, um dia quem sabe, pode ser que me inspirem :)

gostei do post, beijinho * Monstros no Armário

Sofia disse...

obrigada fofinha :D

MS disse...

gostei mesmo muito.
Os grandes amores veem sempre assim, é pena é que nao te esteja a acontecer. mas um dia acredito que vá.

e vou passar a seguir (:

MS disse...

o engrçado da coisa é que nunca sabemos se vamos mesmo sofrer ou nao. pressupoem-se que sim.
Mas quando nos apaixonamos já nao ha como voltar atras

Braulio Pereira disse...

gosto do teu sentir

adoro tuas palavras...

sigo-te.

catarina ferreira disse...

obrigada querida (:

souokiko disse...

Adorei o blog e a maneira como escreves :)

#

souokiko disse...

Thanks, ahah :)

Alice disse...

lindo, lindo, lindo !

Carla disse...

este post esta lindo ! brigada por seguires, sigo tambem (:

Mafs disse...

Está lindo, adorei completamente (: sigo *

Anónimo disse...

é impossivel escreveres um texto tão bonito sem se estar realmente a passar contigo, sem teres ninguém para quem o escrever, é impossivel.

Carla disse...

nao precisas de agradecer (:

sílvia sampaio. disse...

(resposta ao comentário anonimo)
tipo... eu primeiro lugar eu gostava tanto que escrevessem pelo menos o vosso nome, não gosto de estar a falar para não sei quem que se escondeu atras de um comentário anonimo. mas enfim respondendo á sua constatação, sim talvez. posso ter a quem o dirigir, mas mesmo assim não se estar a passar comigo (vá, connosco). de qualquer maneira obrigada pelo elogio :)

judit disse...

- amei *.* sigo

sílvia sampaio. disse...

obrigada judit , não te consigo comentar o blog :s

shehimandanotherday disse...

QUE LINDO!
Antes de entrar no mundo das artes conseguia concentrar-me e ter tempo para fazer desdes pequenos textos, depois comecei a dedicar-me mais ao lápis para outra função e desliguei um pouco. Talvez um dia consiga de novo, entretanto deste-me saudades!

Muitos beijinhos, Marlene♥
shehimandanotherday.blogspot.com/

shehimandanotherday disse...

Não sei se disse, mas estou a seguir, só agora li a tua nota :) *

c.Fernandes disse...

Escreves muito bem, gostei muito (: